A Porta Estreita

Porque é apertado o caminho que leva à vida…

Poema de amor – Alda Célia

Eu o chamo pelo nome
Não, você não é um clone
Com as Minhas próprias mãos Eu o formei
Maravilhosamente, cuidadosamente Eu o planejei

Você é o poema de amor que eu escrevi
Você é a obra prima da minha criação
Antes mesmo deste mundo vir a existir
Você foi gerado dentro do meu coração
Pra sua vida eu compus a mais linda canção
Com sete notas de exelência, glória e amor
Deixa-me soprar o meu Espirito em você
E a musica da sua vida vai resplandecer

Sou a Autor da sua vida
Posso curar suas feridas
Apagar a marcas feitas pela dor
E escrever de novo
A melodia que a lágrima manchou

Você é o poema de amor…

Ponte:
Quando a força do seu arco impulsiona para trás
Pra fazer que a sua flecha alcance muito mais
Darei vida aos grandes sonhos que o medo ocultou
Eu te amo tanto, tanto
Como é grande o seu valor

Você é o poema de amor…

E a musica da sua vida vai resplandecer

Anúncios

02/09/2009 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: